Pesquisar este blog

sexta-feira, setembro 21

Apenados em situação de dependência química receberão tratamento em Júlio de Castilhos


A Juíza Priscila Gomes Palmeiro desenvolveu um projeto em benefício dos apenados do Presídio Estadual de Júlio de Castilhos que se encontram em situação de dependência química. 

Fruto da parceria entre o Poder Judiciário, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE), por meio da Administração do Presídio, o Ministério Público e a ONG Amor-Exigente, a iniciativa visa a oferecer aos apenados tratamento adequado e eficiente dentro da casa prisional. O início do programa está marcado para o dia 6/11. 

Segundo a magistrada, é de 75 o número total de apenados no Presídio Estadual de Júlio de Castilhos. Desses, 60 cumprem pena nos regimes fechado ou semi-aberto sem serviço externo e compõem o público-alvo do projeto. Quando cheguei à Comarca, há cerca de quatro meses, me deparei com um Presídio lotado de usuários de entorpecentes (crack, cocaína, maconha) e álcool, relata a Juíza Priscila. Então, indiretamente estaremos devolvendo para a sociedade uma pessoa que entrou doente e está saindo tratada do sistema prisional.

Dinâmica

O Programa vai funcionar da seguinte forma. Os apenados terão encontros coletivos semanais, todas as quartas-feiras, com duração de duas horas com os voluntários da ONG Amor-Exigente. As reuniões serão abertas a todos os que se encontram cumprindo pena nos regimes fechado e semiaberto, sem o serviço externo. Além disso, receberão, por intermédio da SUSEPE, atendimento individual por parte de psicólogas e assistentes sociais. 

O que me preocupa é que aqui na Comarca de Júlio de Castilhos a maioria dos crimes envolve roubo e tráfico, ou seja, tem envolvimento com uso de drogas, diz a Juíza. O trabalho da ONG já demonstrou que quem adere ao tratamento do Amor-Exigente de maneira comprometida tem pouca recaída, acrescenta a magistrada, que conheceu a ONG quando atuou na Comarca de Alegrete, no Juizado da Infância e Juventude.

Os apenados que aderirem ao tratamento por meio do Programa a ser lançado em novembro irão contar com o benefício da remição . Para cada três dias de encontro que efetivamente participar, o apenado terá um dia de pena reduzido. É um incentivo e foi aí que entrou a parceria com o Ministério Público, resume a Juíza Priscila. 

Amor-Exigente

O Amor-Exigente é um programa de auto e mútua ajuda que desenvolve preceitos para a organização da família, que são praticados por meio dos 12 Princípios Básicos e Éticos, da espiritualidade e dos grupos de auto e mútua-ajuda. Através de seus voluntários, sensibilizam as pessoas, levando-as a perceber a necessidade de mudar o rumo de suas vidas e do mundo, a partir de si mesmas. 

Atualmente, o movimento conta com 10 mil voluntários, que realizam, aproximadamente, 100 mil atendimentos mensais por meio de reuniões, cursos e palestras. São mais de 600 grupos no Brasil,  um na Argentina e 13 no Uruguai, além de cerca de 250 subgrupos de frutos de Amor-Exigente. Para mais informações, acesse http://www.amorexigente.org.br

Fonte: Site do TJRS

Nenhum comentário: